Gomide 14 de Abril

IMG_0878 IMG_0851
Prieto Cirros em Gomide

Domingo, 14 de Abril a previsão cumpriu-se.

 

 

Domingo, 14 de Abril a previsão cumpriu-se.
Chegados à descolagem os pilotos depararam com vento forte.  No entanto toda a gente permaneceu pois a previsão apontava para um abrandamento do vento ao longo da tarde.
Com o vento forte foi a vez do pessoal se recriar com a asa de speed flying e acabou por ser o Ricardo Pasta a demonstrar o que o Manuel Costa afirmava, a asa voa e, muito bem.
Quando o ciclo das rajadas abrandou o Abel descolou mas o vento ainda soprava com muita intensidade e aos 950 metros de altitude era necessário acelerador.
Pouco tempo depois o vento baixou e todos os pilotos foram para o ar.
Foi a vez do Abel mostrar que os pilotos de parapente não devem recear os assimétricos e consequência de um dos temas com os pilotos a nível 4 porquanto a DHV 2-3 mostrou quão dócil era.
Assim e com o espaço de segurança definido, pára-quedas pronto a ser accionado, se necessários, o Abel executou uma série de incidentes mandando sistematicamente umas das bandas abaixo com e sem correcção à cadeira e comandos, avisando previamente pela rádio.
Grande voo do Prieto embora se demonstre que precisa de voltar à escola para corrigir pequenos vários automatismos errados.
Um grande dia de voos em Gomide, Vila Verde.

Chegados à descolagem os pilotos depararam com vento forte.  

No entanto toda a gente permaneceu pois a previsão apontava para um abrandamento do vento ao longo da tarde. 

Com o vento forte foi a vez do pessoal se recriar com a asa de speed flying e acabou por ser o Ricardo Pasta a demonstrar o que o Manuel Costa afirmava, a asa voa e, muito bem. 

Quando o ciclo das rajadas abrandou o Abel descolou mas o vento ainda soprava com muita intensidade e aos 950 metros de altitude era necessário acelerador.

Pouco tempo depois o vento baixou e todos os pilotos foram para o ar. Foi a vez do Abel mostrar que os pilotos de parapente não devem recear os assimétricos e consequência de um dos temas com os pilotos a nível 4 porquanto a DHV 2-3 mostrou quão dócil era. Assim e com o espaço de segurança definido, pára-quedas pronto a ser accionado, se necessários, o Abel executou uma série de incidentes mandando sistematicamente umas das bandas abaixo com e sem correcção à cadeira e comandos, avisando previamente pela rádio. 

Grande voo do Prieto embora se demonstre que precisa de voltar à escola para corrigir pequenos vários automatismos errados. 

Um grande dia de voos em Gomide, Vila Verde.

 

ver fotos »»»

ver filme asa speed flying »»»

ver filme assimétricos »»»